Início / Cursos / Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica bate recordes em sua terceira edição

Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica bate recordes em sua terceira edição

3º Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica bateu todas as suas marcas de público e levou conteúdos de alto nível aos 280 participantes, que esgotaram as vagas do evento uma semana antes de seu início. Com o tema “Impressão Digital: o futuro é agora!”, reuniu empresários e técnicos de impressão de todos os cantos do Brasil para um dia de discussão sobre o panorama e a evolução dessa tecnologia fundamental para a indústria.

A iniciativa é uma parceria da APS Eventos Corporativos e Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica (ABTG). Durante todo o dia, oito especialistas da indústria de impressão transmitiram seus conhecimentos com o índice máximo de aceitação do público presente. Foi a comprovação que o Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica entrou no mapa dos grandes eventos na área de impressão. Tanto que sua quarta edição já está confirmada para o dia 20 de agosto de 2020, com o tema “Gestão da Tecnologia e da Inovação”.

Para o presidente da ABTG, Carlos Suriani, “Sucesso é pouco para classificar este 3º Congresso, que teve como tema central a impressão digital. Foi a primeira vez que tivemos as inscrições esgotadas e todos os lugares tomados, prova de que o Congresso Internacional definitivamente entrou para a agenda de nosso setor! Mais importante que a quantidade de pessoas, quero ressaltar que a qualidade e nível técnico dos profissionais que estiveram reunidos foi o que fez a diferença e isto foi percebido de imediato pelos patrocinadores que, além de muito satisfeitos, alguns até já renovaram para o próximo ano!”.

Suriani prossegue: “Este foi o Congresso de maior alcance que já promovemos. Percebemos um número crescente de profissionais de outros estados como Maranhão, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Brasília e Brasil afora. A principal lição que tiramos de tudo que nos foi apresentado é que, tendo ou não impressão digital dentro de nossas plantas, o mais importante é pensar como digital, ter workflows automatizados, lançar mão de softwares que digitalizam os processos e os tornam mais ágeis para que possamos alimentar nossas máquinas de impressão e acabamento cada vez mais velozes”.

Mais informações em: www.congressotecnologiagrafica.com

 

Sobre Lúcia de Paula

Lúcia de Paula
Jornalista, repórter, editora, produtora de conteúdo em projetos especiais.

Veja Também

Artigo Por Oscar Silvério Gerente de Operações para a América Latina – EFI Metrics Printware …