Início / Design / Arando traz nova solução aberta e simplificada para Web to Print, específica para gráficas

Arando traz nova solução aberta e simplificada para Web to Print, específica para gráficas

A Red Panda Graphic Solutions, com sede em Lisboa, Portugal, especializada em soluções Web para provedores de serviços de impressão de todos os segmentos, está anunciando o lançamento no Brasil da plataforma Arando, que simplifica e facilita a criação de sites de eCommerce, especificamente para aplicações Web to Print para gráficas.

Com foco em todos os segmentos do ramo gráfico (impressão comercial, editorial, promocional e de embalagens/rótulos), o Arando roda num servidor na nuvem e comunica-se através de plug-in com a plataforma aberta, baseada em WordPress e nas ferramentas populares de eCommerce WooCommerce e Shopify, que pode ser inserido aos sites atuais das gráficas para implementação de ferramentas de comércio digital.

“Vender online é um processo diferente, que exige algum conhecimento. O que queremos com o Arando é facilitar esse processo por meio de uma plataforma aberta, ao contrário das plataformas proprietárias que se tem hoje no mercado”, explica Luís Guilherme Diniz, sócio-proprietário da Arando. “Queríamos desenvolver algo novo que, ao mesmo tempo, fosse mais fácil de implementar e amigável.”

Um dos diferenciais mais importantes do Arando está no fato de ele dispensar o papel do programador para criação de uma plataforma Web to Print.  “A primeira grande dificuldade que uma gráfica encontra ao entrar no mundo do Web to Print é ter que trabalhar com ferramentas de linguagem própria. Nesse caso, a implantação é difícil e necessita de um expert em programação”, explica Robson Esperança, também sócio-proprietário da Arando. “Basicamente, por trabalharmos com uma solução baseada em servidor, o que oferecemos é um ‘e-Commerce to Print’, e não um Web to Print.”

A partir do Arando Server, a gráfica ou empresa de comércio eletrônico passa a ter uma vasta gama de possibilidades de inserção no mundo digital. O servidor recebe os arquivos enviados e se conecta ao fluxo de trabalho local do MIS ou da pré-impressão, criando uma espécie de “ponte” entre o front end de comércio eletrônico da gráfica e o back end de produção / administrador.

“A empresa pode se conectar em várias gráficas diferentes e desenhar seu negócio à sua maneira. Por exemplo, pode criar um negócio exclusivamente online, ou ser uma gráfica offset com parte das operações online, criar diferentes sites de venda para vários produtos… tudo com a mesma identidade ou não. Tudo ficará centralizado de modo estruturado a partir de um servidor central, com possibilidade de se integrar com soluções de terceiros, gerar JDF, e obter controle total do mundo online com a produção”, salienta Luís Diniz.

“Com o avanço das tecnologias e impressão digital, muitos impressores têm se tornado híbridos, desde gráficas comerciais até convertedores de rótulos ou embalagens flexíveis. A grande questão é que esses equipamentos digitais têm grande parte do seu tempo ocioso e a captação de pedidos para este tempo de máquina parada acaba sendo uma grande dificuldade”, acrescenta Robson. “O Arando justamente colabora para esta nova captação de pedidos, trabalhando como plataforma fechada B2B ou B2C. Ao trabalhar com Arando, a gráfica rapidamente estará inserida ao mundo de comércio digital, mas com as ferramentas que se fazem necessário para a indústria gráfica em geral.”

Uma das telas da plataforma Arando para criação de websites de eCommerce, especificamente para aplicações Web to Print para gráficas.

Para saber mais sobre o Arando e sobre como investir na nova solução, acesse: www.arando.io

Imagem ilustrativa: Envato Elements

 

Sobre Lúcia de Paula

Lúcia de Paula
Jornalista na Linha Fina Conteúdos Jornalísticos, com 30 anos de experiência, especializada em flexografia, atuando no setor desde 2005; autora do livro História da Flexografia no Brasil, editado pela Abflexo/FTA-Brasil, Scortecci Editora, em 2018.

Veja Também

LIVE dedica espaço especial

Unidos em prol da leitura e da divulgação da necessidade de o livro ser usado …