Início / DIGITAL / Avery Dennison anuncia fábrica RFID no Brasil

Avery Dennison anuncia fábrica RFID no Brasil

A Avery Dennison anunciou na segunda semana de fevereiro a instalação de uma nova fábrica em Vinhedo (SP), onde fica a sua sede no Brasil (na foto destaque), que vai se destinar à produção de etiquetas de identificação por radiofrequência (RFID). Esta será a quinta planta da companhia no mundo capaz de produzir tags, além de Estados Unidos, México, Europa e China. A fábrica, a ser inaugurada em 2021, atendará a clientes no Brasil e em toda a América Latina.

Em Vinhedo a empresa produz, desde 1970, etiquetas, rótulos de produtos e adesivos para setores como manufatura, varejo e saúde. Segundo Ronaldo Mello, vice-presidente da Avery Dennison para América Latina, a nova fábrica busca atender ao crescimento da RFID na casa dos 20% ao ano, sendo que a tecnologia corresponde a US$ 500 milhões do faturamento total de US$ 7 bilhões da companhia.

A decisão pela nova fábrica no país se sustenta no crescimento do mercado de RFID na região, especialmente no Brasil. “Nossa expectativa é que o crescimento do mercado brasileiro supere a média mundial de 20%”, afirma um porta-voz da Avery Dennison. “Não podemos abrir números locais, mas podemos dizer que somos o maior fabricante de inlays UHF do mundo e que a quinta planta de RFID da Avery Dennison, no Brasil, está projetada para atender à crescente demanda da América do Sul”.

A operação da Avery Dennison Brasil é a maiora da América Latina e o Brasil é a maior operação da região. “Quando falamos especificamente de RFID, além do Brasil, em 2021, contamos também com uma planta de RFID já instalada em Juarez, México”. A crescente demanda e resposta do mercado brasileiro à tecnologia, além da posição estratégica do Brasil para abastecer os demais mercados da América do Sul, estão entre os trunfos da fábrica local. E por já contar com a planta do México, a fábrica brasileira atenderá ao mercado local e aos demais países da América do Sul.

Dentro do conceito de embalagens inteligentes, as empresas de consumo, cada vez mais, buscam a Avery Dennison para participação em projetos para validação dos benefícios da tecnologia no mercado local. “Além disso, somos grandes defensores da conexão dos mundos físico e digital e acreditamos em um futuro em que cada item terá uma identidade digital única e uma vida digital, por isso, estamos comprometidos em suportar com produção, suporte e desenvolvimento local os diferentes segmentos”, explicou o porta-voz.

A setores diversos, como vestuário, beleza, alimentos e aviação, a Avery Dennison já está fornecendo inlays RFID. “Os produtos passam a ter uma identidade digital única, permitindo que se conectem à internet e forneçam mais recursos para empresas e consumidores. Para as empresas, nossos rótulos inteligentes tornam os estoques mais visíveis e mais produtivos, ao mesmo tempo em que fornecem melhores insights sobre o comportamento e as preferências do consumidor”, explicou.

“Para os consumidores, nossos rótulos inteligentes melhoram as experiências e tornam as compras mais satisfatórias, informativas e divertidas. E para o planeta, representam um aumento da sustentabilidade melhorando a transparência e reduzindo o desperdício em toda a cadeia de suprimentos, além de tornar o descarte de produtos mais responsável”.

A empresa atende no Brasil a alguns de seus clientes globais, empresas como a fabricante de roupas espanhola Zara, e as marcas de artigos esportivos Nike e Adidas, além de nomes locais como a varejista de moda Renner. Um piloto da tecnologia RFID também está sendo testado com a rede de perfumarias e cosméticos Boticário para controle de estoque.

Um dos pilotos que a Avery Dennison vem testando com a companhia aérea Delta envolve uma etiqueta inteligente para que o cliente saiba onde está sua mala. A ideia é que, quando o viajante desembarca de um voo da companhia, receba um SMS dizendo que a bagagem estará em determinada esteira e que está pronta para a retirada.

Autor: Edson Perin

Fonte: IOP JOURNAL The Internet of Packaging – www.iopjournal.com.br

Foto: www.averydennison.com

Sobre Lúcia de Paula

Lúcia de Paula
Jornalista na Linha Fina Conteúdos Jornalísticos, com 30 anos de experiência, especializada em flexografia, atuando no setor desde 2005; autora do livro História da Flexografia no Brasil, editado pela Abflexo/FTA-Brasil, Scortecci Editora, em 2018.

Veja Também

CRON lança o “CTP mais rápido de todos os tempos” com tambor duplo

CRON, lider mundial na fabricação de equipamentos CTP para chapas Térmicas, Convencionais e Flexografia lançou …