Início / CATEGORIAS de NOTÍCIAS / Caneta no papel: os benefícios da escrita

Caneta no papel: os benefícios da escrita

As pessoas estão perdendo os benefícios cerebrais de escrever à mão, à medida que a prática se torna menos comum.

Não muito tempo atrás, colocar a caneta no papel era uma característica fundamental no dia-a-dia. Os cadernos de anotações, ou apenas “diários” eram comuns. A troca de cartas era constante entre amigos, familiares e colegas de trabalho.

Embora a comunicação à mão seja mais demorada e onerosa, há evidências de que, em alguns casos, as pessoas perdem alguns benefícios quando abandonam a escrita à mão para gerar textos em computadores.

Um estudo de 2017 da revista Frontiers in Psychology descobriu que as regiões cerebrais associadas ao aprendizado são mais ativas quando as pessoas concluem uma tarefa manualmente.

Para ilustrar melhor nosso raciocínio, separamos 6 benefícios da escrita no papel:

  • Escrever à mão melhora a memória e atrasa o declínio mental.
  • Escrever à mão melhora o humor e ajuda a combater a depressão e a ansiedade.
  • Escrever à mão melhora a concentração e a compreensão.
  • Escrever à mão melhora a caligrafia.
  • Escrever à mão te ajuda a definir prioridades.
  • Escrever à mão aumenta a criatividade e a capacidade de reflexão.

Fonte: Two Sides Brasil – www.twosides.org.br

Imagem: Envato Elements

Sobre Lúcia de Paula

Lúcia de Paula
Jornalista na Linha Fina Conteúdos Jornalísticos, com 30 anos de experiência, especializada em flexografia, atuando no setor desde 2005; autora do livro História da Flexografia no Brasil, editado pela Abflexo/FTA-Brasil, Scortecci Editora, em 2018.

Veja Também

Heidelberg faz campanha para destacar os equipamentos para acabamento de embalagens de sua parceira MK

A atual campanha da Heidelberg é voltada para as gráficas de embalagem e foca em …