Início / DIGITAL / Conferência Intercontinental de Flexografia 2019 quebra recordes

Conferência Intercontinental de Flexografia 2019 quebra recordes

A Conferência Intercontinental de Flexografia 2019, realizada nos dias 4 e 5 de setembro, em São Paulo, quebrou recordes e consolidou sua posição de principal encontro técnico do setor flexográfico e de conversão digital na América Latina, segundo divulgado pelos organizadores. A sexta edição da CIF, como é conhecida, trouxe o maior número de visitantes e a maior quantidade de empresas convertedoras presentes.

O conteúdo também foi o grande destaque da CIF 2019. Os convertedores, vindos de todos os cantos do país, acompanharam palestras com temáticas realmente relevantes, integrando a parte técnica de quem vive na indústria flexo e de conversão com temas fundamentais para a evolução das empresas de flexografia. Assim, temas como inovação e sustentabilidade fizeram parte da grade, assim como pré-impressão, gerenciamento de cor, a evolução das impressoras, os elementos indispensáveis para a melhor conversão, depoimentos ao vivo de convertedores e muitos outros pontos.

A experiência dos convertedores se completou dentro do ConverExpo Lounge, onde as grandes empresas da indústria apresentaram suas soluções e tiveram a oportunidade única de conversar diretamente com os principais empresários na conversão de embalagens, rótulos e papelão ondulado do país, algo quase impossível com a acelerada rotina das empresas atualmente.

Para o presidente da ABFLEXO/FTA-Brasil, Miguel Troccoli, “desde que começamos com a CIF, em 2009, tivemos uma crescente participação não só de congressistas, mas de empresas do mundo todo, que nos trazem os conceitos de tecnologias de ponta. Temos a importante cooperação com FTA USA e Europa, o que proporciona essa porta aberta para conversar com todas as companhias do mundo flexo. Estamos felizes que superamos o número de palestrantes internacionais e de congressistas. E espero contar com todos para a edição de 2021, com muitas novidades”.

Aprovação dos convertedores brasileiros

Para Roberson de Moraes e Silva, supervisor de impressão da Zaraplast Embalagens, de São Paulo (SP), “a CIF é a oportunidade de termos todo mundo junto, no mesmo espaço, e assim conseguir juntar as peças do quebra-cabeça, encontrar os desenvolvedores de tintas, dupla-face, clichê, maquinários no mesmo local para solucionar problemas. É um momento em que todos saem ganhando”.

Deivy Rushansky, diretor da Ruplast, de Jaboatão dos Guararapes (PE), já fez da CIF um evento obrigatório: “Foi minha terceira participação e melhora cada vez mais. As palestras estão cada vez mais aprimoradas com tendências, inovação e vemos o interesse das pessoas em buscar mais alternavas de crescimento e possibilidades de melhorar as suas empresas, desenvolver a cultura, mudar de hábito. Foi muito bacana em aprendizado, interação, contatos e vamos participar das próximas, com certeza”.

Carlos Roberto de Azevedo, gerente de produção da Moschetti Embalagens, de Canoas (RS), fala do pensamento transformador: “Sempre que se vem em uma conferência como a CIF, a gente volta renovado, com muita ênfase e vontade de mudar tudo na empresa. Hoje, temos que estar atentos não só a parte técnica mas também a parte motivacional, como ser inovador, como tirar esses monstros dentro da gente que são muitos e, claro, ver o mundo lá fora como está. Então, de alguma forma você muda a tua fábrica, isso eu não tenho dúvidas, sempre que venho, eu chego na segunda-feira querendo começar a varrer a fábrica. O ambiente também é maravilhoso e a organização excelente”.

Roberto Lacombe Trombini, diretor executivo da Cartrom Embalagens, em Estância Velha (RS), fala de suas impressões: “É um evento muito relevante, importante para o setor, bastante técnico e gera um aprendizado para todos nós que viemos buscar soluções e inovação; e o evento entregou isso, com o alto nível dos palestrantes. Foi muito produtivo para nós”.

Wilson Paduan, diretor-técnico da Antilhas, de São Paulo (SP), contou sobre sua surpresa positiva com a proposta desta edição: “Gostei muito das palestras e deste modelo que foi adotado, com os intervalos ampliados e uma série de fornecedores, pois sempre temos assunto para discutir que, na correria do dia a dia, não temos como falar. Aqui temos a oportunidade de conversar dos assuntos pendentes. Quem investiu para dois dias acompanhou uma amplitude de palestras, excelente qualidade. E também o relacionamento, sempre tendo experiências e técnicas para conversar e trocar. Me surpreendeu muito, fiquei realmente impressionado com a qualidade da organização, de tudo. Foi surpreendente”.

Nelson Teruel, diretor da Teruel Embalagens e um dos fundadores da ABFLEXO/FTA-Brasil, foi um dos maiores incentivadores da promoção do conhecimento no mercado e fala de suas impressões sobre o evento: “É um dos seminários que eu estou mais desfrutando, pela qualidade dos palestrantes e pelo momento de virada, onde a sustentabilidade nos cobra um posicionamento como fabricante de produtos em flexografia, um posicionamento diferente. E ainda a Indústria 4.0 e a economia circular, conceitos novos que o empresário flexo está começando a conviver, participar e até sofrer as consequências. Por isso é fundamental estar bem informado”.

Thiago Marcelo Leme Martins, da Outlabel, de Sorocaba (SP), falou da importância do networking: “Eu acho que é fundamental agregar conhecimento nos dias de hoje e conhecimento é a peça para todo negócio, ainda mais para o nosso de flexografia, com tantas novidades. O networking também é extremamente importante, essa troca de informações entre os profissionais é a parte mais rica do evento. Acho que todo mundo ganha com isso. Eu estou sendo privilegiado em participar de um evento como esse”.

Sobre Lúcia de Paula

Lúcia de Paula
Jornalista na Linha Fina Conteúdos Jornalísticos, com 30 anos de experiência, especializada em flexografia, atuando no setor desde 2005; autora do livro História da Flexografia no Brasil, editado pela Abflexo/FTA-Brasil, Scortecci Editora, em 2018.

Veja Também

Heidelberg faz campanha para destacar os equipamentos para acabamento de embalagens de sua parceira MK

A atual campanha da Heidelberg é voltada para as gráficas de embalagem e foca em …