Início / DIGITAL / Ensino a distância é nova realidade na graduação da USP

Ensino a distância é nova realidade na graduação da USP

Por Thais Helena Santos

Docentes da Universidade contam com plataformas para organização dos cursos e produção de vídeo-aulas; frequência dos alunos será computada no ambiente virtual

A suspensão das atividades acadêmicas presenciais nos campos da Universidade de São Paulo (USP), frente à disseminação do coronavírus, colocou quase 60 mil estudantes de graduação da instituição diante do desafio de novas formas de aprendizagem.

A educação a distância, que na maioria das instituições de ensino superior se dá por meio de ambientes virtuais de aprendizagem, pode substituir temporariamente as aulas presenciais pelo prazo inicial de 30 dias, conforme a portaria número 343, publicada no dia 17 de março pelo Ministério da Educação (MEC).

Para garantir a qualidade do ensino nos diversos cursos de graduação da USP, os professores da Universidade contam com duas plataformas de ensino a distância mantidas e gerenciadas pela pela Pró-Reitoria de Graduação, com apoio da Superintendência de Tecnologia da Informação.

São os sistemas e-Disciplinas, que controla desde a organização das turmas até a avaliação on-line, e o e-Aulas, para publicação de aulas em formato de vídeo. Ferramentas como essas já vinham fazendo parte, em anos anteriores, de oficinas para professores realizadas pela Universidade, por meio do Programa de Desenvolvimento Docente.

“Nesse momento atual da pandemia da Covid-19, com a suspensão das atividades didáticas presenciais de graduação, a Pró-Reitoria de Graduação, em conjunto com a reitoria e outras pró-reitorias, se empenhou para que parte das atividades que seriam presenciais fosse feita a distância, utilizando diversas tecnologias e ferramentas digitais”, enfatiza o pró-reitor de graduação Edmund Chada Baracat.

O pró-reitor destacou a publicação pela pró-reitoria de um guia básico para os professores da Universidade poderem transmitir conteúdo das aulas pela internet. Além disso, de acordo com Baracat, nesse sistema, a frequência dos estudantes será computada pelos professores e ambos terão créditos que irão valer posteriormente. “Desejamos que todas as unidades participem deste processo de ensino virtual porque não sabemos quanto tempo as atividades presenciais ficarão suspensas”, concluiu o pró-reitor.

Confira pelo link abaixo quais são as plataformas de educação a distância da USP e algumas dicas para produzir conteúdos para aulas on-line.

Fonte: https://jornal.usp.br/universidade/ensino-a-distancia-e-nova-realidade-para-professores-de-graduacao-da-usp%e2%80%8b/

Sobre Lúcia de Paula

Lúcia de Paula
Jornalista na Linha Fina Conteúdos Jornalísticos, com 30 anos de experiência, especializada em flexografia, atuando no setor desde 2005; autora do livro História da Flexografia no Brasil, editado pela Abflexo/FTA-Brasil, Scortecci Editora, em 2018.

Veja Também

Heidelberg faz campanha para destacar os equipamentos para acabamento de embalagens de sua parceira MK

A atual campanha da Heidelberg é voltada para as gráficas de embalagem e foca em …