Início / CATEGORIAS de NOTÍCIAS / Printi reafirma confiança na tecnologia Durst e anuncia novo investimento na linha Tau

Printi reafirma confiança na tecnologia Durst e anuncia novo investimento na linha Tau

Empresa, parte do Grupo Cimpress, confirmou o investimento em uma nova Tau 330 RSC para expandir ainda mais sua produção de rótulos 

Sediada em uma estrutura de 9 mil m2 em Barueri, na Grande São Paulo, a Printi, pioneira na tecnologia web to print no Brasil e uma das principais gráficas online especializadas em produtos sob demanda da América Latina, acaba de anunciar a renovação da parceria com a Durst para o segmento de impressão de rótulos por meio do investimento em um segundo modelo da linha Tau – no caso, a Tau 330 RSC.

Fundada em 2012 por Florian Hagenbuch e Mate Pencz, desde 2014 a Printi recebe investimentos do Grupo Cimpress que, em 2020, passou a ser a principal acionista da empresa. Desde sua criação, a gráfica especializou-se na produção em alta qualidade de impressos sob demanda e impressos personalizados e, para tanto, contar com tecnologia de ponta foi essencial.

“Dos nossos 437 colaboradores, 35 são dedicados à área de tecnologia em nossa empresa”, explica Paulo Medeiros, gerente industrial da Printi.

Especificamente para rótulos, a Printi aposta nesse segmento desde 2017 com imenso sucesso. “Hoje, temos mais de 350 produtos em nosso portfólio, incluindo rótulos impressos em diferentes tipos de substratos”, explica Paulo. “E, desde o começo, a tecnologia Durst foi a escolhida como parceira.”

Segundo ele, esse primeiro investimento (no caso, a Tau 330E), que está datando cinco anos, teve como base a parceria que a Durst já possui internacionalmente com o Grupo Cimpress. Contudo, agora, com a segunda máquina (com previsão de instalação em janeiro de 2022), o processo foi diferente.

“A Durst e sua estrutura no Brasil tiveram influência direta na escolha da marca e do equipamento para esse novo investimento, que teve como motivo atender nossa demanda crescente. No período da pandemia, tivemos um crescimento de 300% em nossa demanda por rótulos e estávamos em nosso limite”, frisa Paulo.

Após uma seleção prévia de fornecedores, três marcas foram analisadas a fundo ao longo de seis meses.

“A Durst foi novamente a escolhida por meio de sua tecnologia Tau 330 RSC”, diz. “A pesquisa teve como base a qualidade e a produtividade do equipamento, mas o que, ao final, acabou nos surpreendendo positivamente foi o custo operacional, 21% menor e que nos permitirá ter uma margem diferenciada para produtos adesivos. Além disso, a nova tecnologia da Tau 330 RSC nos permitirá um ganho de velocidade, com 45% a mais de produtividade, e uma qualidade aprimorada. A nova tecnologia de cabeças de impressão permite imprimir em resolução fina com pontos de 2 picolitros, o que foi uma evolução muito importante.”

Para o gerente industrial, a nova Tau 330 RSC, assim como todos os investimentos em tecnologia de impressão e inteligência da Printi, renova o compromisso da empresa com os princípios que nortearam sua criação há nove anos.

“Trabalhamos com tecnologia de ponta, porque precisamos entregar alta qualidade em curto prazo, oferecendo aos nossos clientes uma plataforma online eficiente para encomendar seus impressos em vários substratos. A estrutura comercial e técnica da Durst no Brasil também foi fundamental para nossa decisão, porque, além da produtividade e qualidade do equipamento, também contamos com suporte local, próximo. Com o prazo mínimo de entrega com que trabalhamos, não podemos ter máquina parada”, finaliza Paulo.

Foto Divulgação

www.durst.com.br

 

Sobre Lúcia de Paula

Lúcia de Paula
Jornalista, repórter, editora, produtora de conteúdo em projetos especiais.

Veja Também

Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica trata de reposicionamento estratégico

O 5º Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica será promovido nos dias 23, 24 e 25 …