Início / DIGITAL / Unilever promete reduzir pela metade o uso de plásticos virgens em suas embalagens até 2025

Unilever promete reduzir pela metade o uso de plásticos virgens em suas embalagens até 2025

Londres/Roterdã: A Unilever, proprietárias de marcas como Dove, Ben & Jerry’s, Lipton e Omo, anunciou novos compromissos ambiciosos para reduzir seus resíduos plásticos e contribuir para a criação de uma economia circular para os plásticos Plastics in the sea.

A Unilever confirmou que, até 2025:

  • Cortará pela metade o uso de plásticos virgens, reduzindo seu uso absoluto de embalagens plásticas em mais de 100 mil toneladas e acelerando a utilização de plástico reciclado.
  • Ajudará a coletar e processar mais embalagens plásticas do que vende

Essa decisão torna a Unilever a primeira grande empresa global de produtos de consumo a se comprometer com uma redução absoluta no uso de plásticos em toda a sua carteira de produtos.

A Unilever já está em vias de cumprir seus compromissos para garantir que suas embalagens plásticas sejam reutilizáveis, recicláveis e compostáveis até 2025 e para usar pelo menos 25% de plástico reciclado em suas embalagens, também até 2025.

Alan Jope, CEO da Unilever, comentou: “O plástico tem seu lugar, mas esse lugar não é o meio ambiente. Só podemos eliminar os resíduos plásticos agindo rapidamente e adotando ações radicais em todos os pontos do ciclo do plástico. “Nosso ponto de partida tem que ser o projeto, reduzindo a quantidade de plástico que usamos, para então assegurar que o que fazemos use cada vez mais plástico reciclado. Também temos o compromisso de garantir que todas as nossas embalagens plásticas sejam reutilizáveis, recicláveis e compostáveis.

“Isso requer que, fundamentalmente, repensemos a abordagem de nossas embalagens e nossos produtos. Exige a introdução de materiais de embalagem novos e inovadores e a ampliação de novos modelos de negócio, como os formatos de reuso e refil, a uma velocidade e intensidade sem precedentes.”

O compromisso da Unilever exigirá que a empresa ajude a coletar a processar cerca de 600 mil toneladas anuais de plástico até 2025. Isso será realizado por meio de investimento e parcerias que melhoram a infraestrutura de gestão de resíduos em muitos dos países nos quais a Unilever atua.

Fonte: reprodução/Unilever

Jope acrescentou: “Nossa visão é um mundo no qual todos trabalham juntos para garantir que o plástico se mantenha dentro da economia e fora do meio ambiente. O nosso plástico é nossa responsabilidade, de modo que estamos comprometidos a coletá-lo em uma quantidade superior à que vendemos, no contexto do nosso envolvimento com uma economia circular. Trata-se de uma tarefa gigantesca, mas também empolgante, que contribuirá para estimular a demanda global por plástico reciclado.”

Ellen MacArthur, fundadora da Ellen MacArthur Foundation, comentou: “O anúncio que a Unilever fez hoje é um passo significativo para a criação de uma economia circular para o plástico. Ao eliminar embalagens desnecessárias por meio de inovações, como refil, reutilização e concentrados, ao mesmo tempo em que aumenta o uso de plástico reciclado, a Unilever demonstra como as empresas podem deixar de usar plásticos virgens. Instamos outras empresas a seguir o exemplo, para que, juntos, possamos eliminar o plástico de que não precisamos, inovar para aquele de que precisamos circule e, em última instância, construir um sistema econômico no qual as embalagens plásticas nunca se transformem em resíduos.”

Desde 2017, a Unilever está transformando sua abordagem das embalagens plásticas por meio de sua estrutura para o plástico “Less, Better, No” (Menos, melhor, não).

Em Less plastic, a Unilever explorou novas formas de embalar e entregar produtos, incluindo concentrados, como o novo refil ecológico do Cif, que elimina 75% do plástico, e novas estações de refil de shampoo e sabão líquido para roupas em lojas, universidades e máquinas de vendas móveis no Sudeste Asiático.

Better Plastic promoveu inovações pioneira no novo pigmento detectável usado no novo Axe (Lynx) e TRESemmé, que torna o plástico preto reciclável e agora pode ser visto e separado por scanners de estações de reciclagem, e na “garrafa de festival” do Lipton, produzida com 100% de plástico reciclável e coletada em um esquema de depósito.

Em No Plastic, a Unilever lançou no mercado inovações como shampoos sólidos, comprimidos para higiene bucal com refil, desodorantes em bastão com embalagem de papelão e escovas de dentes de bambu. Também assinou a plataforma Loop, que está explorando novas formas de entregar e coletar produtos reutilizáveis nos lares dos consumidores.

No contexto do anúncio de hoje, a Unilever publicou um vídeo em seu site tratando da questão do plástico nos oceanos e se comprometendo a fazer a sua parte para “tornar o planeta azul… azul novamente”.

Dados:

A atual pegada de embalagens plásticas da Unilever é de 700 mil toneladas anuais (incluindo as aquisições recentes).

A empresa está assumindo dois compromissos hoje:

1) Reduzir as nossas embalagens com plástico virgem em 50% até 2025, com um terço (mais de 100 mil toneladas) originárias de uma redução absoluta do uso de plástico.

Mais de 100 mil toneladas virão de uma redução absoluta, pois a empresa investe em embalagens de uso múltiplo (reutilizáveis e/ou com refil), soluções “sem plástico” (materiais de embalagem alternativos ou produtos sem embalagem) e reduz a quantidade de plástico nas embalagens já existentes (concentração). Substituição de embalagens de plástico não reciclado por plásticos reciclado darão conta da redução restante. A Unilever medirá o número total de toneladas de embalagens de plástico virgem usado a cada ano versus o número total de toneladas de embalagens de plástico virgem usado em 2018. Em consequência desse compromisso, a Unilever terá uma pegada de embalagens de plástico virgem não superior a 350 mil toneladas até 2025.

2) Ajudar a coletar e processar mais embalagens plásticas do que vendemos até 2025.

O compromisso da Unilever exigirá que a empresa ajude a coletar a processar cerca de 600 mil toneladas anuais de plástico até 2025. Isso é menos do que a nossa atual pegada de embalagens plásticas, de 700 mil toneladas, porque reflete a redução absoluta de 100 mil toneladas com a qual nos comprometemos conforme acima.

A Unilever cumprirá esse compromisso por meio de:

  1. i) Investimento direto e parcerias para coleta e processamento de resíduos
  2. ii) Compra e uso de plásticos reciclados em suas embalagens

iii) Participação em esquemas de responsabilidade estendida do produtor nos quais a Unilever paga diretamente pela coleta de suas embalagens

A Unilever medirá o número total de toneladas de embalagens plásticas que tiver ajudado a coletar e processar em um ano versus a quantidade de embalagens plásticas que tiver usado.

Nos últimos cinco anos, a Unilever colaborou com vários parceiros na coleta de embalagens plásticas, incluindo o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD), para ajudar a separar, coletar e reciclar embalagens em toda a Índia. Além disso, a empresa ajudou a criar quase 3 mil bancos de resíduos na Indonésia, oferecendo a mais de 400 mil pessoas a oportunidade de reciclar seus próprios resíduos.

No Brasil, a Unilever mantém uma parceria de longa data com o Grupo Pão de Açúcar, uma rede varejista, para ajudar a coletar resíduos nas Estações de Reciclagem Pão de Açúcar Unilever.

Fonte: www.unilever.com.br

Sobre Lúcia de Paula

Lúcia de Paula
Jornalista na Linha Fina Conteúdos Jornalísticos, com 30 anos de experiência, especializada em flexografia, atuando no setor desde 2005; autora do livro História da Flexografia no Brasil, editado pela Abflexo/FTA-Brasil, Scortecci Editora, em 2018.

Veja Também

Heidelberg faz campanha para destacar os equipamentos para acabamento de embalagens de sua parceira MK

A atual campanha da Heidelberg é voltada para as gráficas de embalagem e foca em …